Páginas

terça-feira, 23 de outubro de 2012

É tempo para mudar


Olá forasteiro, quanto tempo desde que voltei a lhe escrever não é mesmo? Como vão os preparativos para as festas de fim de ano?
 Estive pensando, quando as provas finais da universidade finalmente terminarem e todo esse caos se desfizer, comprarei uma passagem apenas de ida para alguma cidadezinha qualquer no norte da Inglaterra, dizem que existem algumas cidades tranquilas e bem pitorescas lá.
Tendo em vista que esse será o começo do resto da minha vida, sem roteiro ou rumo algum, começarei a escrever esse novo capítulo da minha história. Quem sabe encontrar uma pequena casa, onde aos fundos teria logo a vista de um bosque, quem sabe conseguirei cuidar dos meus cavalos,  quem sabe?
Essa nuvem de incerteza no meu futuro de algum modo me anima, parece arriscado, mas quem nunca quis se arriscar? Não quero mais esse tumultuo de cidade grande, buzinas, poluição, arranha-céus impedindo a visão de qualquer que seja um rastro de natureza divina.
É hora de apreciar a vida, enxergá-la como ela é e não como querem que a vejamos.
Este será o começo do resto da minha vida, adoraria ter como companhia, a sua.
Me encontre na plataforma 2 às 18:00 horas

Assinado R.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Olá 22 de Outubro



Finalmente o tão aguardado 22 de outubro chegou!! Hoje, foi o lançamento do disco "Red" da cantora Taylor Swift. Além das fãs (e eu) estarem na contagem regressiva, a cantora também mais do que ninguém, postou fotos todos os dias com objetos simbolizando os dias que faltavam para o seu lançamento.


O disco vem com 16 faixas inéditas, com o hit  We Are Never Ever Getting Back Together, que já está bombando em todas as rádios do país. Gravou também duas músicas com as participações de Gary Lightbody e Ed Sheeran.
O estilo das músicas mudou um pouco mas de nenhuma maneira perdeu aquele ar romantiquinho da nossa velha Taylor. A minha preferida é Red, por enquanto, pois conheço só a metade do disco e, ele com certeza já está na minha WishList.
A espera acabou mãããss como alegria de pobre dura pouco, infelizmente o pessoal aqui da terrinha vai ter que esperar mais um tempinho, porque aqui no Brasil ainda não tem previsão para a chegada dos discos nas lojas )= #Chateada!! As músicas já estão disponíveis no iTunes !


domingo, 21 de outubro de 2012


O café já estava esfriando na caneca floral que havia ganho da minha avó não tinha um ano. A chuva torrencial cai do outro lado da janela velha de madeira seca e cá estou com roupas largas tentando encontrar uma posição confortável na cadeira. Já são 22h13 e ainda não escrevi nada que poderia ser considerável. Ainda não admitindo que o motivo pelo qual estou aqui é tentar chamar a atenção de um boêmio.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Breve


- O que ele dizia?
- Que olhar para as estrelas era como olhar para o passado, pois algumas estrelas estão tão longe que sua luz demora milhões de anos apenas para chegar ate nós. Que nós vemos estrelas não como elas são agora, mas como elas eram quando os dinossauros andavam pelo planeta. Todo aquele conceito me pareceu... espantoso, de algum modo.

(...)

Ela sentiu que o olhar dele prendia sua atenção. Teve a súbita sensação de que ele estava a ponto de beijá-la, e ela rapidamente virou o rosto. Naquele momento, ela conseguia ouvir os sapos coaxando na grama molhada e os grilos cantando nas árvores. A lua havia alcançado seu ápice  lançando um brilho prateado ao redor deles. Gabby moveu seus pés nervosamente na água, sabendo que deveria ir embora."

A Escolha - Nicholas Sparks

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Just Stay This Little


Ah minha velha infância, como sinto sua falta -- ok ainda tenho apenas 16 anos, mas isso é apenas um detalhe --
Sinto falta de acreditar em contos de fadas, de imaginar que um dia eu iria para Hogwarts e teria minha própria coruja, minha varinha e por fim minha Nimbus 2000. Acredite ou não, eu realmente sonhava que conhecia Harry e eramos mega próximos como best friends forever, bizarro né? Era engraçado, logo que acordava vinha aquela onda de depressão no momento em que não via nem rastros de que aquilo poderia ter acontecido de verdade.
Eu sinto falta também de me preocupar se perderia algum sapatinho ou rasgaria alguma roupinha de silicone das minhas bonecas Polly. Ou então quando minha unica preocupação era em não perder o capítulo inédito de As Pistas de Blue, ah como eu adorava aquele desenho! Não era fácil quando algo que era inalcançável,  alguém maior vinha e o pegava para você? É difícil aceitar que estamos crescemos, evoluindo e logo teremos que ser responsáveis por cada ato que decidirmos fazer.
Quem nunca quis voltar no tempo e aproveitar de tudo mais um pouco, a gente para e pensa, "poxa cara, era tão bom", a vida era tranquila, serena, colorida, sem preocupações, sem ter que pensar em tantas coisas ao mesmo tempo. E na escola então, que o mais difícil era decorar uma tabuada ou então aprender de vez como fazer uma subtração. 
O cheiro de lenha sendo queimada completamente nostálgica para mim,  é como se me levasse há uns 7 ou 8 anos atrás quando estava quase na hora de ir para a casa e aquele cheiro vindo de uma pizzaria ao lado do colégio invadia a minha classe de aula.
Hoje vi uma meia duzia de meninas brincando de pular corda e sincronizadas com as músicas típicas da brincadeira que desde que me conheço por gente sempre existiram. 
São esses poucos detalhes que transformam tudo em uma mistura de boas lembranças. E a gente pensa, "Quem nunca?" Mas o importante acima de tudo é nunca permitir que a criança que existe dentro de você morra ou desapareça. Infância é como uma chama, uma luz, que deve ser sempre cultivada, essa chama que ilumina a alma de qualquer pessoa.
"Oh darling don't you ever grow up, just stay this little!" 


sábado, 6 de outubro de 2012

Me, myself and I



Com pesquisa ou sem pesquisa, os resultados são óbvios. Grande parte de toda a população global adolescente feminina ao se olhar no espelho enxergam incontáveis defeitos, "sou feia, sou gorda, olha essa espinha, ai meu Deus" e por assim vai.
Minha TPM tem fases, fase sentimental, fase irritada, fase reflexiva e a fase mais conhecida como "Eu sou um monstro!".
De fato sempre me achei a pessoa mais feia do mundo, de modo que ninguém nunca iria olhar pra mim. Quando tinha meus 14 anos cismei que estava gorda, fui lá eu e minhas dietas loucas, dieta da sopa entre outras. Resultado, emagreci 4 quilos. Cheguei algumas vezes a ficar sem força para rir, eu simplesmente não tinha fôlego para dar uma simples risada.
Eu me sentia mal por comer um pão inteiro no café da manhã, eu pirava.

O fato é, no momento em que apenas VOCÊ se dá o seu valor, nada mais importa. Como fazer isso? Se cuide. Cuide do seu cabelo, cuide da sua pele, suas unhas, se arrume, quer emagrecer? Se esforce, mas não deixe que isso vire sua prioridade e nem uma neura, tente fazer isso prezando sua saúde.
Quer uma dica? Sorria. O nosso sorriso é uma porta pra inúmeras novas coisas. Como já diz um ditado de autor desconhecido, "A melhor curva de uma mulher é o seu sorriso".
A partir do momento em que você gosta de si mesma, não importa mais nada nem ninguém, e pode ter certeza que o que é para você, já lhe está guardado. Você é linda! E afinal Who run this motha? Girls!!

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Gente Grande


É assustador pensar que o próximo ano será o mais decisivo da minha vida. Com vestibular, enem e afins, decidir a profissão na qual você se dedicará o resto da sua vida não é algo lá tão fácil a se fazer.
Quando se é criança, queremos ser veterinários,  médicos,  jogadores de futebol, astros da musica ou até super heróis. O tempo vai passando e começamos a sentir na pele as dificuldades que qualquer um sofre, que até então ainda não conhecíamos.
Mas na realidade, o que seguir? Aquilo que te trará uma segurança e estabilidade ou aquilo que mesmo incerto será o que te faz feliz, o que você realmente gosta?
Esse grande ponto de interrogação não está sozinho. Muitas vezes a interferência da família atrasa essa decisão que deveria ser uma escolha somente sua.
Eu sempre gostei de moda, desde pequena desenhava minhas bonecas cabeçudas com vestidos casuais e até de princesas, além disso sempre me dei bem na redação, até ganhando prêmios de redação na escola (hehehe), uma coisa se uniu a outra e juntando o útil ao agradável estou aqui escrevendo nesse humilde blog de adolescente. Mas sinceramente, eu tenho medo, isso me trará futuro? É algo tão incerto, e eu sequer sei por onde começar! É confuso, mas é o que eu gosto de fazer. Gostaria de seguir carreira de moda e quem sabe ser por fim, colunista em uma revista de moda. 
Ok, isso já se tornou um desabafo. Mas o que eu devo fazer? Esperar um sinal divino, ou então fazer aquilo que gosto, ou me conformar seguindo uma carreira que me trará estabilidade?
Essa brincadeira de ser gente grande me assusta, tudo isso me assusta.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Citando


"Sou pessoa de dentro pra fora. Minha beleza está na minha essência e no meu caráter. Acredito em sonhos, não em utopia. Mas quando sonho, sonho alto. Estou aqui é pra viver, cair, aprender, levantar e seguir em frente.

Sou isso hoje...
Amanhã, já me reinventei.
Reinvento-me sempre que a vida pede um pouco mais de mim.
Sou complexa, sou mistura, sou mulher com cara de menina... E vice-versa. Me perco, me procuro e me acho. E quando necessário, enlouqueço e deixo rolar...
Não me dôo pela metade, não sou tua meio amiga nem teu quase amor. Ou sou tudo ou sou nada. Não suporto meio termos. Sou boba, mas não sou burra. Ingênua, mas não santa. Sou pessoa de riso fácil...e choro também!"


Tati Bernardi





Playlist


Devo pedir desculpas pelo meu sumiço abrupto, mas vou me explicar. Ando com pouquíssimo tempo pra tudo! Sabe quando se tem coisa demais a fazer e você fica pensando no que se deve fazer primeiro e por fim acaba não fazendo nada? Pois é, isso anda acontecendo demasiadamente comigo.
Para espantar as moscas e limpar as teias de aranha aqui do blog criei uma playlist bem calminha, relax pra encarar esse finalzinho da semana (amanhã já é sexta!!) com algumas das minhas preferidas.

1- Jack Johnson - Better Together